Home / Destaque / ‘Resiliente e aguenta a pressão’, diz Mourão sobre presidente da Petrobras

‘Resiliente e aguenta a pressão’, diz Mourão sobre presidente da Petrobras

Após duras críticas do presidente Jair Bolsonaro à política de preços da Petrobras, o vice-presidente Hamilton Mourão afirmou, nesta segunda-feira (14), que o presidente da estatal, general Joaquim Silva e Luna, vai se manter firme diante da pressão para sair do cargo. “Ele é resiliente, sempre foi. Como bom nordestino, ele aguenta a pressão.”

Para conter a alta da gasolina, Mourão ressaltou que o governo está procurando soluções com o Congresso Nacional. Entre elas estão a mudança no cálculo do ICMS sobre o combustível, a questão do fundo de estabilização e até mesmo a redução do PIS/Cofins a zero.

“São soluções que estão sendo buscadas em um momento difícil do mundo. Uma vez solucionada a situação de conflito entre a Rússia e a Ucrânia, a tendência é que o preço volte aos níveis anteriores”, defende. 

Visita ao Chile

Sobre a viagem para participar da posse do presidente eleito do Chile, Gabriel Boric, Hamilton Mourão disse que a visita foi produtiva. O vice-presidente participou de reuniões com empresários dos dois países para tratar de assuntos bilaterais, como o corredor de ligação com a Ásia, o combate ao narcotráfico e a migração ilegal. 

“Ele [Gabriel Boric] é um cara muito novo, mas está consciente da situação que vai enfrentar. É uma mudança radical em termos de fazer política no Chile, como sempre houve uma alternância entre esquerda e direita, com gente mais experiente, vamos dizer assim, ou com mais idade. Um momento novo para o Chile, e acho que a população está entusiasmada”, avaliou Mourão. 

Fonte: R7

Veja Também

SP: polícia busca suspeito de assassinar estudante da Unicamp

O corpo da vítima foi encontrado em uma ribanceira com pedras. Mayara tinha ferimentos de faca no braço, mão, tórax e cabeça

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.