Home / Destaque / Leitora caiu em golpe do Pix que promete R$ 150; saiba como agir

Leitora caiu em golpe do Pix que promete R$ 150; saiba como agir

A leitora Maria Rosangela escreveu na quarta-feira (12) para a coluna perguntando como fazia para obter os R$ 150 que acreditou que iria receber por responder a três perguntas enviadas por WhatsApp. “Isso só pode ser enganação. Compartilhei todos os meus contatos e não recebi nada. Só fiz porque estava precisando”, conta.

O que ocorre é que a leitora não ganhou os R$ 150 nem vai ganhar. Apenas foi mais uma vítima do mais novo golpe da praça. Batizado de Quiz do Pix, o golpe tenta atrair as vítimas, como a leitora Maria Rosangela, prometendo pagar R$ 150 a quem responder a três perguntas enviadas por WhatsApp. Para responder, é preciso acessar um link.

É esse link que interessa aos golpistas, pois, uma vez acessado, dá a eles acesso a informações confidenciais dos usuários, incluindo senhas e dados de cartões de crédito.

Esse tipo de fraude é conhecido como phishing, segundo alerta do Banco Central.

O que fazer se caiu no golpe do Pix?

Segundo o Banco Central, se você foi vítima de um golpe, registre uma ocorrência na polícia, que é responsável por investigar crimes. O Ministério Público pode instaurar eventuais ações penais. O Banco Central não tem competência para resolver o seu caso.

Informe os dados do comprovante da transação: ID da transação, valor, data/hora da liquidação, descrição (caso preenchida), nome da instituição do recebedor, nome do recebedor, CPF ou CNPJ.

Registre também uma reclamação no banco em que o golpista tem conta.

O CPF do titular da conta não é exibido por completo, mas apenas alguns números, uma vez que as instituições participantes do Pix não são obrigadas a exibir todos os dados.

Se a transferência foi feita via chave Pix, informe também a chave utilizada. Com esses dados, o banco pode impedir a realização de novos golpes.

Se você fez a transação pelo Pix, informe o fato também à sua instituição, pois ela poderá efetuar uma marcação da chave Pix de destino do dinheiro, bem como a conta e o usuário recebedor, o que contribui para evitar novos casos de golpes, reduzindo o risco para todos os usuários.

Desde 16/11/21, com a vigência do Mecanismo Especial de Devolução, a instituição pode adotar procedimentos para o bloqueio desses recursos, o que facilita a devolução, caso fique comprovada a fraude.

Como recuperar os valores que perdi?

A vítima pode entrar em contato com o banco ou instituição beneficiária do recurso para buscar esclarecimentos por SAC ou na ouvidoria da instituição. Veja a lista de ouvidorias.

Se a situação não estiver resolvida, a vítima deve procurar pelo Procon de seu respectivo estado ou a Justiça para buscar a reparação do dano.

Como evitar cair em golpes

• Não clique em links enviados por SMS, e-mail ou aplicativos de mensagens de texto;
• Não compartilhe senhas de acesso aos canais de atendimento da instituição;
• Não atenda telefonemas nem troque mensagens com pessoas que se dizem funcionárias da instituição detentora da sua conta;
• Não navegue em sites suspeitos;
• Não baixe aplicativos diferentes do aplicativo oficial da instituição detentora da sua conta;
• Desconfie de promessas de dinheiro fácil, que parecem boas demais.

Fonte: R7

Veja Também

EMPREGOS JARINU E REGIÃO

EMPREGOS JARINU E REGIÃO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.