Home / Destaque / Diretoria do Corinthians aguarda reunião para buscar novo técnico

Diretoria do Corinthians aguarda reunião para buscar novo técnico

O Corinthians não abriu conversas com treinador algum desde que oficializou a demissão de Sylvinho, na última quarta-feira (2), após a derrota por 2 a 1 para o Santos, em plena Neo Química Arena, pela terceira rodada do Campeonato Paulista. Mas ao falar de correção de rota, o presidente Duílio Monteiro Alves já tem uma noção do perfil do novo técnico.

O start para que o Timão vá ao mercado será uma reunião que a direção de futebol terá nesta quinta-feira (2) para bater o martelo sobre os alvos principais para o comando técnico corintiano na sequência de temporada.

A ideia é buscar um nome experiente e vencedor, que dê as respostas que Sylvinho não conseguiu dar, mesmo obtendo alguns resultados positivos, como a classificação direta à fase de grupos da Libertadores, via Brasileirão, no ano passado.

Ao chegar, em maio de 2022, o ex-treinador era uma incógnita, mas rapidamente passou a ser criticado pela torcida, com a principal uniformizada pedindo por vezes a sua demissão em notas oficiais e protestos, o que ficou insustentável após o revés no último Clássico Alvinegro.

Com isso, o intuito do Corinthians é ir atrás de um nome respaldado por sua bagagem no futebol, e que, com isso, haja aceitção das arquibancadas logo de início.

Outro fato em relação à busca do Timão por um novo treinador é que a direção corintiana deseja agir rapidamente na contratação desse novo profissional, pois tem a Copa Libertadores como meta principal para a temporada, e se iniciará na competição continental em abril. Internamente entende-se que a estratégia é anunciar logo o novo técnico, para que ele utilize o Paulistão como laboratório para adaptar as suas filosofias ao clube.

Um nome estrangeiro não é descartado, mas visto com certa reticência por alguns integrantes da direção de futebol, que têm bastante influência nas tomadas de decisão. Contudo, o presidente Duílio Monteiro Alves se mostra aberto à experiência, já que o último gringo a comandar o clube foi o argentino Daniel Passarela, em 2005.

Em meio a isso, Jorge Jesus passa a ser um grande sonho. Um treinador com passagem vitoriosa recente no futebol brasileiro, comandando o Flamengo, conquistando, inclusive, a Copa Libertadores, e com estilo de jogo ofensivo e arrojado, tendo trabalhado bem com peças qualificadas do meio para a frente no rival carioca, bem como com o perfil do plantel que o Corinthians possui atualmente.

O que pode esbarrar na busca pelo treinador português é o padrão salarial. Jesus tem padrões financeiros de nível europeu, e o Timão vive situação financeira delicada, com cerca de R$ 1 bilhão em dívidas, sendo metade delas a curto prazo.

Contudo, a equipe do Parque São Jorge tem um trunfo: o Grupo Taunsa. Empresa de agronegócios que se tornou parceira do clube no fim do ano passado, participou do projeto para viabilizar o retorno do meia Paulinho, se encontra no que está em busca de um centroavante de peso e pode ajudar caso compre a ideia corintiana de contratar um técnico que “arrase quarteirões”.

Renato Gaúcho desponta como um novo possível, mas, diferentemente de quando foi sondado no ano passado, antes de o Corinthians contratar Sylvinho, agora chegaria com desconfiança por parte da torcida, que é tudo o que a direção do Alvinegro menos quer no momento. Essa mudança de olhares se deve a seu mau desempenho recente no comando do Flamengo e da negativa de Portaluppi ao Timão em maio de 2022 — principalmente por assumir o Rubro-Negro carioca dois meses depois.

Mesmo assim, o nome de Renato não é descartado, já que é um treinador de conquistas recentes importantes e ostenta um trabalho que durou mais de quatro anos no Grêmio, entre setembro de 2016 e abril de 2021.

Fonte: R7

Veja Também

SP: polícia busca suspeito de assassinar estudante da Unicamp

O corpo da vítima foi encontrado em uma ribanceira com pedras. Mayara tinha ferimentos de faca no braço, mão, tórax e cabeça

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.