domingo , 19 setembro 2021
Home / Destaque / Com reabertura, comércio deve gerar 5 mil vagas nos shoppings

Com reabertura, comércio deve gerar 5 mil vagas nos shoppings

evolução da vacinação em todo o país, que derrubou o número de casos e mortes por covid e permitiu a reabertura de vários setores da economia, tem animado os empresários do segmento de lojas de shoppings. Após um ano e meio com restrições e, em muitos momentos, fechamento completo, a avaliação da Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop) é que o momento atual é positivo e há expectativa de geração de cerca de 5 mil vagas nos próximos meses.

A notícia é um alento para um dos setores mais duramente castigados pela pandemia de covid-19. Segundo a Alshop, mais de 13,2 mil lojas foram à falência desde o ano passado em todo o Brasil. No mercado de trabalho, 140 mil colaboradores perderam seus empregos no período.

A reabertura atual, garante o setor, está cercada de cuidados. “É uma boa notícia para os lojistas, para os empregados e para o consumidor”, afirma Nabil Sahyoun, presidente de Alshop. “E certamente não iremos descuidar dos 20 protocolos aplicados com sucesso nas lojas de shopping nem do uso de máscara em todos os centros de compra.”

Crescimento das vendas

Pesquisa feita pela Alshop mostra que pouco mais da metade dos lojistas estima que as vendas vão crescer até 20% com a reabertura. Para um terço deles, o aumento de faturamento deve girar em torno de 40% até o fim do ano. Apenas o estado de São Paulo tem 182 shoppings, com 50 mil funcionários. “A ideia é abrir mais 5 mil vagas nos próximos meses”, diz Sahyoun.

A Alshop lembra que as próximas datas importantes para o comércio são o Dia das Crianças, Black Friday, Natal e Réveillon. Segundo a entidade, com o aumento da movimentação e o fim das restrições, algumas atrações como espaço infantil, parques, cinemas e teatros tendem a atrair maior público para os empreendimentos.

Fonte: r7

Veja Também

Bolsonaro confirma presença em evento da ONU: ‘Teremos verdades’

Assembleia-Geral será em Nova York na próxima semana. O chefe de Estado brasileiro normalmente faz o discurso de abertura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *