Home / Destaque / Após reclamação de candidatos, site do Enem está normalizado

Após reclamação de candidatos, site do Enem está normalizado

Neste primeiro dia de inscrições no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), candidatos já podem acessar a página do participante. Mais cedo, participantes relataram nas redes sociais que enfretaram dificuldades de acesso ao site.

As inscrições para o Enem 2021 estão abertas. Os interessados podem se inscrever no exame pela Página do Participante, até o dia 14 de julho. A taxa de inscrição é de R$85. Confira o passo a passo para ajudar no processo de inscrição: https://t.co/3AnjwMnXOi pic.twitter.com/g3p6gG1NKL— Inep (@inep_oficial) June 30, 2021

Os participantes já podem se inscrever para o exame impresso e digital por meio da Página do Participante. O valor da taxa de inscrição é de R$ 85 e deve ser paga até o dia 19 de julho, de acordo com o cronograma divulgado no edital.

As provas, nas versões impressa e digital, serão realizadas nos dias 21 e 28 de novembro. No dia do exame, os participantes deverão seguir as orientações sanitárias para a prevenção da covid-19. O uso de máscara cobrindo o nariz e a boca é obrigatório e de álcool em gel, em caso de não cumprimento o candidato será desclassificado.

Passo a passo para inscriçãohttps://imasdk.googleapis.com/js/core/bridge3.469.0_en.html#goog_393715588

1) Acesse a Página do Participante e insira o CPF e a data de nascimento do candidato. Após o preenchimento o estudante será direcionado para uma nova ficha da qual é preciso inserir os demais dados pessoais, como endereço, telefone, RG, e-mail, entre outros.
2) Posteriormente o candidato deverá criar uma senha de no mínimo dez caracteres para obter acesso ao portal do Enem e demais processos seletivos do governo que utilizam a nota do Enem.

3) Durante o processo de inscrição será possível que o candidato selecione a língua estrangeira que pretende responder na prova e também a cidade em que irá participar do exame.
4) Nesta etapa os candidatos poderão solicitar o atendimento especial, voltado aos estudantes que necessitam de provas adaptadas, por exemplo.
5) O próximo passo é inserir os dados da instituição de ensino do ensino médio e preencher o questionário socioeconômico para que os órgãos possam conhecer o público que participa do exame. 

Fonte: R7

Veja Também

Desemprego fica estável em 25 estados e no DF no 1º trimestre

Bahia, Pernambuco e Rio de Janeiro amargaram as maiores taxas de desocupação entre janeiro e março, mostra IBGE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.