Home / Destaque / Após ‘ordem’ do crime, moradores de rua e usuários de drogas esvaziam Cracolândia, em SP

Após ‘ordem’ do crime, moradores de rua e usuários de drogas esvaziam Cracolândia, em SP

Pessoas em situação de rua e usuários de drogas deixaram no fim de semana a região conhecida como Cracolândia, localizada próximo à Estação Júlio Prestes, entre a rua Helvetia e a alameda Cleveland, no bairro de Campos Elíseos, região central de São Paulo. Imagens gravadas por moradores das proximidades mostram as ruas esvaziadas e limpas.

De acordo com o secretário-executivo de Projetos Estratégicos da Prefeitura de São Paulo, Alexis Vargas, grande parte das pessoas se instalou na praça Princesa Isabel, a poucos metros do antigo local de aglomeração.

Segundo o secretário, essa mudança foi resultado de uma ampliação no atendimento aos usuários e da requalificação urbana da região, com a construção de 1.400 unidades habitacionais na região, antes não habitada, além da construção de uma escola e uma unidade hospitalar.

O secretário afirma que a Prefeitura de São Paulo, por meio do programa Redenção, oferece a essas pessoas em situação de rua e usuários de drogas 400 vagas de acolhimento temporário para desintoxicação, além de outras 200 para qualificação profissional e encaminhamento ao mercado de trabalho.

Alexis disse ainda que há tráfico e usuários nas proximidades, mas que existe um trabalho de inteligência e investigação em parceria com as forças de segurança para monitorar esses pontos e combater o crime.

Operação Caronte

O secretário afirmou que a Operação Caronte, realizada por equipes do 77° Distrito Policial, de Santa Cecília, e chefiada pelo delegado Roberto Monteiro, da Delegacia Seccional do Centro, também ajudou a combater o tráfico na região.

De acordo com o delegado Roberto Monteiro, a operação teve início em junho de 2021 e está em sua quinta fase. Durante as operações, 92 traficantes foram presos em flagrante ou por meio de mandados de prisão, após investigações.

O delegado disse ainda que a Cracolândia era dominada por uma organização criminosa e que a ordem para essa migração para outra localidade partiu desse grupo.

A polícia acredita que esses traficantes vão tentar vender a droga em outros endereços de São Paulo, a exemplo de um ponto na avenida Paulista, onde foram cumpridos três mandados de prisão após investigação, mas que assim como na praça Princesa Isabel, onde grande parte dos usuários foi se instalar, as áreas estão em monitoramento constante.

Fonte: R7

Veja Também

EMPREGOS JARINU E REGIÃO

EMPREGOS JARINU E REGIÃO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.