domingo , 19 setembro 2021
Home / Destaque / Ana Marcela supera frustrações e é ouro na maratona aquática

Ana Marcela supera frustrações e é ouro na maratona aquática

No amanhecer em Tóquio, 25 nadadoras caíram nas águas da Marina de Odaiba, mas apenas uma conquistou o lugar mais alto no pódio: a brasileira Ana Marcela Cunha. Depois da frustração nas últimas edições de Jogos Olímpicos, a nadadora finalmente conquistou o ouro olímpico, com tempo de 1h59m30.8s. Sharon Rouwendaal, da Holanda, e Kareena Lee, da Austrália, garantiram o segundo e o terceiro lugar, respectivamente.

A nadadora tem uma carreira repleta de grandes conquistas, especialmente em Mundiais — em que a atleta tem 11 pódios. Nas últimas Olimpíadas, no entanto, Ana Marcela não havia conseguido os resultados esperados. 

Volta por cima

A estreia da nadadora foi em Pequim 2008. Na ocasião, a atleta ficou na quinta colocação, com apenas 16 anos de idade. Quatro anos depois, Ana Marcela se frustrou por não conseguir a vaga para os Jogos de Londres. No Rio, em 2016, a nadadora acabou ficando em décimo lugar na prova que teve outra brasileira, Poliana Okimoto, sendo bronze. Se em outras edições dos Jogos Olímpicos a brasileira passou em branco, em Tóquio 2020, Ana Marcela deu a volta por cima.https://esportes.r7.com/embeds/playlist/6075fff3ca90840c69000a8a?child_section=olimpiadas&section_name=esportes

Já em outras competições, Ana Marcela acumula pódios. Só em Mundiais a nadadora tem 11, o mais relevante deles foi o tetra nos 25 km e o ouro nos 5 km, em 2019. Ainda naquele ano, inclusive, a atleta foi campeã nos Jogos Pan-Americanos Lima 2019. Neste ano, em março, Ana venceu a etapa de Doha, no Catar, da série mundial. 

Os homens competem na maratona aquática nesta quarta-feira (4), às 18h30 (de Brasília). Nessa prova, não teremos nenhum brasileiro na disputa. 

Fonte: R7

Veja Também

Bolsonaro confirma presença em evento da ONU: ‘Teremos verdades’

Assembleia-Geral será em Nova York na próxima semana. O chefe de Estado brasileiro normalmente faz o discurso de abertura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *